• Cabos
  • Cabos para todo tipo de atividade

    A invenção do conceito plug and play e da porta USB facilitaram muito a conexão de periféricos aos computadores, eliminando grande parte dos cabos. Antigamente, cada dispositivo tinha um cabo diferente, o que gerava uma grande complicação, além de elevar muito o número de cabos e fios ligados ao computador. Outro fator que está diminuindo o número de fios é a conexão wi-fi entre os dispositivos. Assim, muitos dados que eram trocados com uso de cabos podem ser compartilhados pela conexão com a rede doméstica.

    No entanto, nem todos os equipamentos eletrônicos aderiram à padronização de interface. Ainda existe um tipo de carregador para cada tipo de celular, um tipo diferente de cabo de dados para cada equipamento, diferentes cabos para transmissão e recepção de vídeo. No caso dos vídeos, há uma tendência de padronização em torno dos cabos HDMI, que são práticos e transmitem áudio e vídeo no mesmo cabo. É o que vem acontecendo com os plugues de áudio, que tendem pela padronização do SP2. Assim, computadores, notebooks, tablets e smartphones já usam o mesmo tipo de fone de ouvido, para a felicidade dos usuários.

    Muitos equipamentos ainda trazem entrada e saída nos padrões RCA, HDMI, VGA, PS2, RJ45 e USB ao mesmo tempo, principalmente televisores e players de áudio e vídeo. Isso é necessário devido à diversidade de equipamentos que serão ligados neles, mas isso acaba complicando o equipamento e encarecendo a fabricação. De qualquer forma, os profissionais de som e vídeo precisam ter um kit de cabos bem guardados em sua caixa de ferramentas, além de uma série de adaptadores.

    A mudança de padrões antigos para novos modelos de cabos deve-se ao avanço tecnológico. Com o aumento da eficiência energética, muitos equipamentos que antes precisavam de cabo de energia hoje são alimentados na porta USB. A mudança de dados analógicos para digitais também permitiu essa padronização. No entanto, surgiram cabos especiais para vídeo, por exemplo. O padrão HD (alta definição) carrega dados que eram impossíveis com os cabos RCA ou VGA. Uma boa notícia é que existem cabos multi-aplicações USB, que integram todo tipo de celular. Nesse caso, é bom ler bem o manual para verificar se seu equipamento não tem exigências especiais de alimentação.




Subir