Roteadores Wireless e Acessórios Redes

  • Roteador
  • o que considerar para comprar um roteador?

    Temos alguns parametros para escolher roteador:

    Roteador: Quantidade de portas WAN

    A porta WAN é para conectar-se à Internet, você liga esta porta do roteador no modem utilizando um cabo que vem com o modem (cabo tipo UTP com conector que se chama RJ45A), o modem se conecta a linha telefônica . Normalmente uma porta WAN é suficiente.

    Roteador: Quantidade de portas LAN

    O número de portas implica em conexão por cabo com computador ou impressora de rede, normalmente para uma casa uma ou duas portas são suficientes. São as portas chamadas LAN de conexão de cabo de rede.

    Roteador: velocidade

    Velocidades de 54mbps, 150mbps, 300mbps ,1Gbps ...

    velocidade de Megabits/Segundo, é a taxa do wireless , quanto mais alta mais rápido.

    Roteador: protocolo do WiFi

    Existem diversos padrões, cada padrão indica uma velocidade máxima que atingem os dados, vá pela velocidade do roteador.

    Roteador: quantidade de Antenas

    Quanto mais antenas melhor, quanto maior a antena também melhor. E se a antena for externa, normalmente nos dá possibilidade de trocar .

    Roteador: potencia da Antena

    Quanto maior o número de dBis da antena melhor o sinal

    Roteador: Criptografia

    Segurança: Criptografia WEP (64/128 bit), WAP / WPA2, IEEE 802.1x e TKIP / AES ....., estes códigos são tipos de protocolos para se criar uma senha de acesso para ninguém roubar seu sinal. O que tiver no seu roteador provavelmente vai servir.

    Repetidor de sinal

    Existe um aparelho que repete e amplifica o sinal do seu roteador , isso é bom para melhorar o sinal do wifi,onde tem muitas paredes que atrapalham a transmissão dos dados.

    Roteador: portão eletrônico da rede de dados

    Um roteador funciona como um portão eletrônico que se abre e se fecha automaticamente, enviando os dados trafegados em uma rede para os locais certos. É um dispositivo eletrônico responsável pelo recebimento e entrega dos pacotes de dados na rede. Toda rede tem roteadores: seja ela uma rede empresarial, sua rede doméstica ou a internet, que é uma rede mundial. O modem que você usa em casa ou aquele pequenino 3G plugado no computador são roteadores. Os smartphones possuem um roteador integrado a sua placa de circuitos.

    As empresas que possuem estruturas de redes locais são a forma mais fácil de entender um roteador. Nelas, uma série de cabos ligam os computadores, balanças, impressoras fiscais, leitores de cartão e todo tipo de equipamento. Tudo isso está ligado a um grande armário com vários equipamentos cheios de luzes: são os roteadores e seus equipamentos auxiliares que distribuem as informações. Se cai a energia no roteador, a rede sai do ar e para tudo. Por isso, profissionais de rede ficam de olho nesses equipamentos. É o reino soberano do profissional de TI. Ninguém põe a mão.

    Tudo que é ligado ao roteador tem um código de pacote: o IP (internet protocol, ou protocolo de internet). Cada computador é cuidadosamente mapeado e codificado para ter um endereço de rede. Assim, o profissional de TI tem um mapa da rede e sabe o código de cada máquina a ela ligada. Existem dois tipos de rota ou de IP: o IP fixo, definido pelo profissional de TI,e o IP dinâmico, que se atualiza automaticamente seguindo regras de configuração definidas pelo profissional de TI. O IP fixo pode ser vantajoso em algumas situações, mas exige acompanhamento mais acirrado. Normalmente é usado o IP dinâmico (DHCP) que se atualiza automaticamente a cada reinicialização do sistema.

    A internet também é uma rede e segue essas mesmas regras. Por isso, seu computador ou celular possuem um endereço de IP e estão ligados a roteadores, mesmo que você nunca os tenha visto. Você está ligado a uma rede mundial de comunicações!

    Como escolher um roteador?




Subir